Programa de Estágio Petrobras Distribuidora 2014

A Petrobras Distribuidora (BR), responsável pela distribuição e comercialização de combustíveis produzidos pela multinacional Petrobras, divulgou recentemente oportunidades para o seu Programa de Estágio para estudantes de nível técnico e superior.

As oportunidades estão distribuídas pelos Estados: Amazonas, Pará, Rondônia, Maranhão, Bahia, Alagoas, Ceará, Pernambuco, Paraíba, Piauí, Sergipe, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

As vagas para nível técnico são para as áreas de Secretariado, Segurança do Trabalho, Administração, Contabilidade, Gestão, Informática, Edificações, Sistemas da Informação, Logística, Estradas, Engenharia Civil, Marketing, Gestão de Pequenas e Médias Empresas, Eletrotécnica, Processamento de Dados, Meteorologia, Empreendimentos, Meio ambiente, entre outras áreas.

As vagas para nível superior são direcionadas às graduações em: Direito, Arquitetura e Urbanismo, Administração, Comunicação Social – Publicidade de Propaganda, Marketing, Ciências Contábeis, Desenho Industrial, Design Gráfico, Secretariado Executivo, Serviço Social, Informática e Engenharias (Mecânica, Mecatrônica, Civil, Petróleo e Gás, Química, Computação, Plástico, Meio Ambiente, Eletrônica, Agrícola, Produção e demais áreas).

Para nível técnico a empresa oferece bolsa-auxílio de R$ 616,43 para 4 horas diárias de trabalho. Já para nível superior a bolsa-auxílio é de R$ 729,07 para 4 horas e R$ 898,02 para 6 horas de trabalho. O programa tem duração de 12 meses.

O processo seletivo irá contar com entrevista, teste de habilidades e apresentação de documentação.

As inscrições poderão ser efetuadas até o dia 22 de outubro pelo endereço www.br.com.br.

Por G. Produções

     

Um comentário em “Programa de Estágio Petrobras Distribuidora 2014

  1. João A. de Macêdo

    - Editar

    Imagino que realizar um estágio na empresa como Petrobrás, é um sonho de muitos. Porém, vejo um valor de bolsa muito puco, deveriam pensar melhor em “valorizar” melhor os futuros profisionais brasileiros!!!
    O.B.S.: Crítica construtiva!!!

Adicionar Comentário